music

Vamos ao som dos tambores com energia
Pé no chão, bate na palma da mão
Imersos no verde, luz e magia
A voz da floresta faz ouvir uma canção

Num grande pedaço de céu azul
Um passarinho a assobiar
Ele vem pra contar uma história
A Amazônia não pode esperar

Uirapuru, onde estás?
Usa a tua voz, vem pra cá
Canta e cala o mundo inteiro
E vem sonhar com todos nós

Ôh, ôh, ôh…

Faz ressoar o teu canto de desventura
Não dá, não
Tribos que vivem sem lar
Ninguém leva a sério tanta amargura
Pétalas feridas
Um lamento a ecoar

Não posso fingir que não vejo
Uma lágrima brilha no ar
Silenciosa a floresta ferida
Tomba e seca sem reclamar

Uirapuru, onde estás?
Usa a tua voz, vem pra cá
Canta e cala o mundo inteiro
Não te esconder, vou te escutar

Como toda a floresta para quando tu cantas
Eu também quero escutar a verdade da tua voz
Quero a coragem de imitar o teu falar
Ser claro como tu, virar uirapuru

Ôh, ôh, ôh…

Não sou mais criança
Mas tenho esperança
Vem comigo agora
Levantar a poeira
E “recriar”

Uirapuru, onde estás?
Usa a tua voz, vem pra cá
Canta e cala o mundo inteiro
Também é meu o teu cantar

Ôh, ôh, ôh…

Uirapuru eu sou
Uirapuru és tu..

2015

On the Other Side

Music: Nancy L. Uelmen
Words: Sarah G. McAllister
© Copyright Gen Verde della P.A.F.O.M. All rights reserved
www.genverde.it